sábado, 9 de julho de 2011

Frutas e verduras no prato das crianças fazem bem ao coração

Papai e mamães, mais frutas e hortaliças para seus filhotes. Claro que vão ver narizes tortos e tudo mais, mas façam, temperem com coisas naturais e comam com seus filhos. Agora os pais que bateram o pé e insistiram, educaram seus filhos a comer frutas, verduras, hortaliças, só precisam ficar atentos. FAST FOOD não é mais chique, nem moda, muito menos saudável, ok?!! "Ah é Ana que tu não come de vez enquando?" . Como sim! Uma vez ao mês vamos ao Mac e deu! Frutas e verduras sempre foram o carro chefe da alimentação dos meus filhos. Nunca fiquei com medo deles não comerem em uma refeição, porque sabia que a fome iria bater. Dou salgadinho para o meu filho, a cada ano bicesto. Enfim, não privo meu filho de nada, mas não dou tudo que ele quer! Leiam a matéria com o estudo:

Prevenção de doenças na vida adulta começa desde cedo. E um novo estudo mostrou que hábitos saudáveis na infância ajudam a evitar a aterosclerose

Ana Paula Pontes

Quando o assunto é a alimentação das crianças, falar que no prato delas precisa ter também legumes e verduras é mais do mesmo. Mas nunca é demais lembrar que esses hábitos na mesa vão refletir na saúde do seu filho no futuro. Um estudo realizado pela Yale University School of Medicine´s Prevention Research Center (EUA), publicado na revista científica Circulation, mostrou que uma dieta rica em frutas e vegetais desde a infância pode ajudar a prevenir aterosclerose na vida adulta. 

Essa doença se dá quando a placa – uma substância pegajosa constituída de gordura, colesterol e outras substâncias do sangue – se fixa na parede das artérias, provocando uma inflamação. A consequência a longo prazo é um endurecimento das artérias, levando a problemas cardíacos. 

A pesquisa, que acompanhou por 27 anos 1.622 pessoas entre 3 e 18 anos, usou um tipo de medida chamada velocidade de pulso para analisar a rigidez arterial dos estudados. E o resultado mostrou que as artérias mais rígidas, que fazem o coração trabalhar mais, eram daqueles que consumiam poucas hortaliças e frutas. 

Os cientistas revelaram também que a falta de atividade física aumentava ainda mais o risco para a doença. “A aterosclerose pode começar na infância, mas só vai se manifestar mais tarde. Por isso, é fundamental os pais ajudarem os filhos a adotarem hábitos saudáveis de vida desde cedo para retardar e prevenir o aparecimento de doenças”, diz o nutrólogo Celso Cukier.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

MundoBrasileiro