sábado, 21 de dezembro de 2013

Por que usam aquela bola durante o parto? - pelo blog Eu Quero Parto Normal

Achei super completa as informações que li no post das meninas do Eu Quero Parto Normal . Entendam o por quê de se utilizar a bola suíça, quais os benefícios e quais exercícios podem ser feitos antes e durante o parto. Leiam a postagem!

Doula Analu
________________________________________________________________________________
Muitas vezes quando falamos sobre se movimentar durante o trabalho de parto, falamos de “ficar na bola”. Mas pra que exatamente serve essa bola ? É só sentar ali na bola e pronto? :D
Estamos falando daquela bola grandona de Pilates ou bola de ginástica. Elas são vendidas em vários tamanhos, a ideal é aquela que você senta e fica com as coxas e as pernas formando um ângulo de 90º. Ou seja, não pode ser uma bola pequena para uma mulher alta e nem uma bola grande para uma mulher baixinha ;) .

Confira alguns dos benefícios que a bola pode trazer para o momento do parto:

bola

24 boas razões para usar a bola durante o trabalho de parto:

  1. Seu uso facilita posições fisiológicas para o trabalho de parto
  2. Incentiva descida fetal.
  3. Ela auxilia na rotação do bebê quando ele está na posição posterior.
  4. Incentiva relaxamento pélvico.
  5. Facilita o balanço pélvico e os movimentos do corpo.
  6. Incentiva o movimento rítmico.
  7. Ajuda a aliviar dores nas costas.
  8. Pode ser usado com monitorização fetal eletrônica externa ou interna.
  9. Encoraja a mobilidade pélvica.
  10. Fornece apoio perineal sem pressões indevidas.
  11. Ele aproveita a gravidade durante e entre as contrações.
  12. A pressão sobre os pulsos e as mãos é menor quando se usa a posição de joelhos.
  13. Ajuda quando é necessária uma massagem nas costas ou acupressão.
  14. A bola pode acelerar a rotação e a descida do bebê em um parto difícil.
  15. A bola pode ser usado como suporte para a posição de cócoras.
  16. A sua utilização ajuda a ampliar a saída pélvica à sua dimensão máxima na
    posição de cócoras quando usada no período expulsivo.
  17. Elimina a pressão externa rígida de uma cadeira, cama ou cadeira de balanço quando sentada.
  18. Permite a liberdade de distribuir o peso do corpo para maior conforto.
  19. Ajuda a aliviar a pressão sobre as hemorróidas.
  20. Incentiva boas posições fisiológicas para repouso.
  21. Pode acelerar o trabalho de parto.
  22. Ajuda contrações a serem menos dolorosas e mais produtivas.
  23. É benéfica para o caso de uma parada de progressão.
  24. Em uma distocia de ombro, ela pode suportar a mãe que precisa ficar na  posição de quatro apoios para facilitar a rotação do ombro posterior.

Agora que você já sabe os benefícios, aí vão algumas dicas de exercícios que podem ser feitos antes e durante o parto com a bola:

Aquecimento:
Este movimento pode ser usado também na hora do parto.
No vídeo é explicado para manter as costas retas e deixar os pés um pouco mais abertos em relação aos ombros.
Repetir pelo menos 20 vezes. Tenha certeza que está fazendo somente o que o seu corpo consegue, não exija mais nem menos.
Exercício para o parto normal:
Este movimento pode ser usado também na hora do parto.
No vídeo é explicado para manter as costas retas e deixar os pés um pouco mais abertos em relação aos ombros.
Repetir pelo menos 20 vezes. Tenha certeza que está fazendo somente o que o seu corpo consegue, não exija mais nem menos.
Alongamento (terceiro trimestre de gestação):
Ótimo exercício para alongar a parte de cima do corpo. Mesma posição do anterior.
Repetir pelo menos 10 vezes cada lado. Tenha certeza que está fazendo somente o que o seu corpo consegue, não exija mais nem menos.
Fortalecendo a lombar:
Exercício que pode ser praticado durante toda a gestação. Use uma toalha embaixo da bola para dar estabilidade. Preste atenção na posição dos joelhos e dos ombros e não pressione a barriga contra bola.
O objetivo é usar o músculo das costas para erguer o corpo, não os braços.
Siga o limite do seu corpo.
Exercício para aliviar a pressão na lombar:
Preste atenção em como o corpo fica horizontal no fim da descida com a bola e como ele fica vertical depois da subida.
Repetir pelo menos 10 vezes. Tenha certeza que está fazendo somente o que o seu corpo consegue, não exija mais nem menos.
 Marilia Mercer é doula em Londrina e coordena um grupo de apoio ao parto, o GestaLondrina.
Fonte: Birth Balls: The Use of Physical Therapy Balls in Maternity Care by Paulina Perez. RN.
Ilustrações: Shanna Dela Cruz. © 1994, 1999, 2005 Ruth S. Ancheta. 
Fotos: Marilia Mercer, Lorena Mussi e Cristiane Quinteiro e Carol Barbirato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

MundoBrasileiro